De Segunda a Sexta, 300 palavras por dia.

11
Jul 08

A cor foi a primeira coisa a desaparecer. As pessoas, as mesas, a comida, tudo se transformou em borrões descolorados de luz e escuridão, sem tons de cinzento como nas televisões antigas. Seguiu-se o som. No entanto, as pessoas continuaram a falar. O Professor Durbenheim expressava as suas opiniões sobre os novos polímeros, e eu conseguia percebe-lo, mas nenhum som saída da sua boca. Os lábios moviam-se, mas sem som.
Foi então que algo bizarro aconteceu. Uma dimensão desapareceu. Ficamos todos 2D, como num cartoon, sem cor, som ou piada. E enquanto este fenómeno ocorria, uma sala cheia com as mentes mais brilhantes no campo da Química Industrial permanecia completamente ignorante do que se passava. Todos menos eu.
As restantes duas dimensões eclipsaram-se. Tudo desapareceu, mas não completamente. Ainda existia algum resíduo, pelo menos de mim. Ou assim me parecia.
Permaneci neste limbo de não-existência durante algum tempo, e estranhamente, senti-me mais eu próprio do que em qualquer outra altura da minha vida.
Tão repentinamente como quando desapareceu, o som voltou. Depois veio a luz e as cores e finalmente as dimensões. Tudo estava de volta nos lugares a que pertenciam, como se nada os tivesse perturbado. Tudo menos as pessoas.
Deixei a sala do buffet e fui procurar alguém que me pudesse explicar o que tinha acontecido. Vi nos anfiteatros e na recepção. Vi até nas casas de banho, mas não consegui encontrar ninguém.
Saí a correr do Departamento, sem sequer notar a sua opulência gótica. Ouvia apenas o eco dos meus próprios passos no chão de mármore, cada um deles a pesar-me mais no coração.
Lá fora, para lá da Alameda da Universidade, os carros estavam parados nas estradas, como brinquedos à espera de serem movidos.
Parei de correr. A realidade acabara de me apanhar e eu fiquei prostrado, de joelhos a contemplar a minha situação.

Eu estava completamente só.

publicado às 00:01
Autoria::

2 comentários:
Adorei. Parabéns!
Diogo a 12 de Julho de 2008 às 22:15

Muito bom! Parabéns
xana a 13 de Julho de 2008 às 13:33

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO