De Segunda a Sexta, 300 palavras por dia.

13
Abr 09

Joana andava em fisioterapia há já algum tempo. Inicialmente notou bastantes melhorias, mas ultimamente recaíra. Talvez o stress em que andava ou a ânsia que sentia impedissem que os tratamentos resultassem. A mudança de terapeuta não a preocupava. Antes era paciente de um senhor experiente e com mãos sábias. Agora, era um homem novo, talvez com 25 anos, no máximo, recém-licenciado, sem muita experiência mas com bastante empenho. Ela entregava-se nas suas mãos sem qualquer receio.

Além de ser empenhado, Paulo era simpático e bem humorado, sempre com um comentário prazeroso a partilhar.

A nuvem que tapou o Sol daquela relação simbiótica de terapeuta-paciente surgiu quando ele descobriu que Joana era professora de Matemática. O equilíbrio entre eles perdeu-se. Paulo passou a fazer os tratamentos em absoluto silêncio e as suas massagens denotavam falta de qualquer empenho. Joana ficou intrigada, não percebia a razão de tão radical mudança.

Ao que parece, Paulo teve chatices com a sua professora de Matemática no seu 12º ano de escolaridade e odiava-a profundamente. Joana foi o canal de saída do seu ódio. Por vezes os seus olhares cruzavam-se e ela assustava-se com o lampejo de ódio que ele deixava escapar.

Ficou muito pior do ombro. Deixou de conseguir levantar o braço. A força das mãos falhava-lhe.

Joana falou com ele, explicou-lhe que estava a ficar pior, que o seu tratamento não estava a fazer o efeito desejado. Paulo ripostou:

-Está a fazer o efeito desejado, sim senhora! Você está cheia de dores e ainda vai ficar pior. Vai pagar aqui todo o mal que as professoras de Matemática fazem aos alunos, ao redor do mundo! Odeiúúúú a setoura!

Joana fez queixa dele aos donos da Clínica de Recuperação Ficamos Curados Depressa mas ninguém acreditou na sua palavra, porque…

Era dia 1 de Abril!

publicado às 00:01

comentário:
Gostei muito do conto, da forma como está escrito e do espírito sintético. Parabéns, fiquei fã.
Manuela Garcia a 14 de Abril de 2009 às 11:06

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO