De Segunda a Sexta, 300 palavras por dia.

09
Set 08

Eles apercebiam-se que ela não andava bem, aquela tristeza não parecia sua, não estavam habituados a vê-la sem sorrir. Já não os fazia rir com as suas piadas, limitava-se a dar a aula, debitar matéria e avaliar desempenhos. Não, aquela não era a professora a que estavam habituados.


Um dia, resolveram perguntar-lhe:
- Ó stora, anda tão triste porquê? Será por nos portarmos mal?
 

Surpreendida com esta solidariedade espontânea, este sentimento tão humano de empatia, Ana sorriu docemente e pensou, no seu íntimo, que mania têm alguns colegas de acharem que os alunos são mal educados, que os jovens são insensíveis ou egoístas, que raiva tem desses colegas, pois estes pimpolhos, tão novinhos, estavam preocupados com a sua tristeza, que belo. Resolveu fixar aquele momento, aquela pergunta doce, no seu livro da vida, numa página, que não vai querer apagar, nem rasgar, nunca!
 

Então, para tranquilizar os meninos, Ana disse-lhes:
- Não, meus lindos. Vocês não se portam assim tão mal. Aliás, vocês não se portam mal, vocês são uns doces. Não se preocupem… O problema está em mim.
 

E contou-lhes o que lhe atormentava a alma e lhe escurecia o semblante. Falou-lhes do processo de divórcio que estava a atravessar. Explicou-lhes que, por vezes, as relações amorosas acabam e há um sofrimento tão grande que é impossível esconder.
Quando parou de falar, olhou para os seus meninos e todos estavam tristes, cabisbaixos e entreolhavam-se timidamente.
 

De repente, inesperada e surpreendentemente, um aluno caladinho, daqueles a quem é difícil arrancar uma palavra, resolveu aconselhar a professora:
- Ó stora, se resolver comprar um vibrador, não o esconda na gaveta das cuecas, porque foi lá que encontrei o da minha mãe!...

publicado jjnopants às 00:01
editado por Francesca Cortez em 03/07/2008 às 02:35

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO