De Segunda a Sexta, 300 palavras por dia.

10
Out 08

Voava de sonho em sonho, como que bebericando do seu nectar, vermelho-vivo, como a chama que deu vida ao mundo e alma aos homens. Assim era o Dragão.

  Sentia-se velho e por isso bebia dos sonhos das crianças, roubando-lhes a inocência. Sentia-se feio e roubava a sensualidade dos sonhos dos adolescentes. Sentia-se só e visitava os sonhos de juventude perdida dos homens de meia-idade.

  Estava deprimido!

  Os sintomas eram claros, mas e o tratamento? Como se cura um Dragão, primordial e mitológico, de doenças do forro psicológico? Visitou os sonhos dos psicanalistas que insistiam que a causa das suas aflições era a sua mãe. Visitou psicoterapeutas Gestalt que fixaram-se na importância do Eu num contexto. Visitou metodistas e adventistas do sétimo dia mas… Bem, um Dragão não tem progenitores. Todo ele é Infinito, logo as partes e o todo perdem sentido, e os metodistas e os adventistas eram simplesmente deprimentes. 

  Deu voltas à cabeça até descobrir a solução. “Aha! Já sei. Para desta depressão me curar, uma Alma Humana terei que roubar.” 

  E assim fez. Esvoaçou pelos sonhos das crianças, pensando que estas eram mais fáceis de roubar, mas as suas Almas eram inconstantes e muito difíceis de apanhar. Visitou os sonhos dos homens de meia-idade, mas as suas Almas estavam corrompidas, cheias de chagas por fechar. Tentou roubar a Alma aos adolescentes, mas estes, por serem egoístas, recusavam-se a partilhar. 

  Acabou por desistir e pôs-se a chorar, lágrimas de Dragão que brilham com o luar. “Oh, que triste sou! Como me vou eu curar, sem uma Alma conseguir roubar?” 

  Neste pranto foi encontrado por um qualquer Deus Humano, que lhe falou para o acalmar. Que Alma Humana já ele tinha, só dela se precisava de livrar. Que essa era a consequência de pelos sonhos dos Homens andar a voar. 

publicado jjnopants às 11:25
Autoria::

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO