De Segunda a Sexta, 300 palavras por dia.

11
Fev 09

Ontem ainda tinha saudades tuas.
Fui para o trabalho, ansioso por que o dia passasse.
Amanhã irei para o trabalho, com todo o peso do dia nos meus ombros.
Farei todas as minhas tarefas como um bom autómato.
Despachei-me de tudo, cheio de alegria.
Nem dei pelo tempo passar, mesmo quando já tinha tudo terminado, e fiquei a olhar para as paredes.
Irei beber um café, com a mão a tremer, e acidentalmente, deixarei cair a chávena. Ela vai partir-se, e ao olhar para os fragmentos, serei inundado por uma tristeza que me consumirá por horas.
Assobiei o dia todo. Sempre a mesma música. Deixando os momentos passar por mim, fantasmas de um tempo que não queria.
Não será a chávena a entristecer-me.
Cheguei a casa, e vi os episódios novos das séries que acompanho. Não memorizei um único evento.
Tentarei distrair-me, pensando nos episódios das séries de que gosto. E notarei que não me lembro dos mais recentes por inteiro, serão apenas fragmentos espalhados pela memória.
Olhei à minha volta, para a minha casa, para a minha vida. Tudo me pareceu etéreo, não me pareceu real.
Chegarei a casa, e serei esmagado pelo peso da prisão em que vivo, cujos confortos não me satisfarão. E chorarei.
Mas não hoje.
Hoje estou contigo. Gozo a tua presença, o teu sorriso quando olhas para mim, o teu toque. Todos os momentos contigo são preciosos, e saboreio-os como tal, doces raros que me alimentam a alma e o coração, um a um.
Ontem nada foi real porque ainda não estavas comigo.
Amanhã tudo será real demais, porque já não estarás.
Mas hoje estás. Aqui mesmo, ao meu lado. Com a tua mão na minha. E neste momento, sinto-me como raras vezes me sinto.
Sinto-me feliz. Completo.
Inteiro.

publicado às 00:01
Autoria::

3 comentários:
Amar ao longe é ... isso
Florbela a 11 de Fevereiro de 2009 às 23:39

Espectacular !
Bem, quase que me sinto inspirada para começar a escrever neste preciso momento! No entanto, a matemática de amanha impede-me do português que hoje se poderia dar, e então fico-me apenas por um comentário, mais ou menos construído ! :)
Ines a 2 de Março de 2009 às 19:29

O português do comentário já me agradou bastante, obrigado :)
Boa sorte para a matemática de amanhã. E quando te apetecer escrever, manda para lermos, que nós precisamos de colaboradores ;)

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO