De Segunda a Sexta, 300 palavras por dia.

17
Abr 09

Ela beijou-o suavemente, ele respondeu-lhe ao tocar no cabelo dela, os lábios deles tocaram-se e a partir daí avançaram sem pensar duas vezes. A insegurança de cada um afastou-se totalmente, como se afastada por uma forte e imediata rajada de vento. O que se passou a seguir apenas diz respeito aos dois. Assim que chegou a casa, depois de o ter deixado ficar na sua casa, foi à net. Mais precisamente ao blog dele e lá estava um post que lhe fora dedicado:

Reencontrei o Amor nos braços de quem estava tão próximo! É como se todo o meu mundo se tivesse transmutado

João
(Andar nas nuvens é bom)


A Luísa adormeceu melodicamente enrolada numa fantasia amorosa. De amanhã acordou, sentiu-se leve e telefonou ao João. Telemóvel desligado.Foi para as aulas, tentou telefonar de novo, NADA. Ligou a net para ir ao blog dele, já não havia qualquer post sobre "eles". O coração disparou dentro do peito. O último recurso foi o messenger, lá estava ele com o sinal ocupado (não foi isso que a impediu).

LU ISA diz:
Olá

Jocas diz:
Hello, lulu.

LUISA diz:
Precisamos de falar

Jocas diz:
Não comeces. Vou ser muito directo. Se é sobre ontem,  opá, aconteceu! PONTO FINAL.
Foi giro, soube bem. Não é por isso que vamos casar, certo? Nem vamos fazer um drama!

LUÍSA diz:
É exactamente o que penso, ainda bem que tamos de acordo.

Jocas diz:
Lol estava eu aqui preocupado a pensar em como te dar c/ os pés :D

LUÍSA diz:
LOLADA :P
Não te preocupes, tchau. Tenho q ir. ****

Jocas diz:
Tchau, linda. Beijos. ;)


Em sítios diferentes dois corações sofreram com o desligar do Messenger, apenas porque nem uma das partes disse o que realmente sentia: “Descobri que te amo e ainda não sei como lidar com isso, tenho algum medo do que possa vir a seguir”.
Curiosamente, uma das coisas que ficou tatuada nos seus pensamentos foi aquele post que parece que afinal nunca existiu.

publicado às 02:07
Autoria::

2 comentários:
Encontrei isto escrito no doc antigo e gostei
Jorge a 17 de Abril de 2009 às 02:16

Gostei muito deste conto. :)
Raquel a 17 de Abril de 2009 às 09:29

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
blogs SAPO