De Segunda a Sexta, 300 palavras por dia.

15
Mai 09

O cenário de fundo é um país de terceiro mundo, local onde controlar as pessoas que lá vivem é mais importante que cuidar delas. A ideia sugerida é muito simples: introduzir escutas e câmaras nas casas de todas as pessoas. Máquinas cruéis inseridas em cada residência como um acto de bondade, mais precisamente, através de computadores oferecidos a crianças pequenas em idade escolar.

O Partido apresentou às massas a inovadora criação, o Xangalhães, o primeiro computador de baixo custo feito em território nacional. As pessoas aplaudiram. Quando foi acrescentado que este computador seria oferecido a todas as crianças, desde a primeira classe ao 9º ano de escolaridade, a multidão foi ao rubro. A alegria era tanta que já ninguém queria saber de resultados de futebol, telenovelas, crises económicas ou mesmo de pornografia.

Com os Xangalhães espalhados por diversas casas, a ouvirem e a verem tudo, começaram a ser emitidos mandatos de prisão às mais inesperadas pessoas. Ninguém sabia como tinham sido capturados tantos “intelectuais anti-partido” no mesmo mês. Ninguém desconfiou daquele computador com que os filhos brincavam, daquele ar de lancheira infantil, tudo tão bem camuflado.

Por ignorarem o que passava, é que as multidões continuaram a aplaudir as medidas do Partido, principalmente quando foi anunciado que os Xangalhães iam começar a ser exportados para o resto do mundo. Para alguém que ame o caos deve ser difícil conceber a beleza deste plano, mas para quem ama a maravilha de uma sociedade ordenada pode deliciar-se com alguns pormenores. Não foram só as escutas que foram introduzidas, foi todo um sistema informático que irá consumir a imaginação e tempo das gerações que se estão a formar. Um dia a imaginação será uma patologia num sistema de classificação de patologias da mente e aí sim o nosso Partido atingirá o seu propósito.

publicado às 00:23
Autoria::

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO